:: Visite a Bahia ::
     
     
Quinta, 19/05/2022 - Hoje é dia de Oxóssi (São Jorge ) Deus da caça e da floresta. Contas azuis e vermelhas.
Documento sem título
Destinos
Recôncavo
Cachoeira
Maragogipe
Nazaré
Santo Amaro
São Félix
Saubára

 
Previsão do tempo:
Nazaré e região


Veja Previsão do Tempo
individual em cada cidade.

 
 
 
 
Maragogipe
 
 
 
 

Porto natural abrigado, a cidade está exatamente no encontro do rio Paraguaçu com o rio Guaí, formando uma extensa região de lagamar, cercada por cerca de 30 km de manguezais com 30 metros de largura. Apresenta excelentes condições para o turismo náutico, contando, inclusive, com uma ponte de atracação para embarcações de grande calado.
Último reduto de saveiros no Recôncavo Baiano, Maragogipe ainda abriga, no porto do Caijá, dezenas de canoas e saveiros. Essas antigas embarcações à vela eram muito utilizadas para o transporte das mais diversas mercadorias no interior da Baía de Todos os Santos até recentemente; ainda teimam em sobreviver, concorrendo com meios de transporte mais modernos. Como outras cidades da região, Maragogipe traz uma forte tradição religiosa católica, mas é também comprometida com o candomblé. Cidade pacata que se transforma durante o mês de agosto, quando é celebrada a festa de seu santo padroeiro, São Bartolomeu.
Uma tribo de índios Aimoré dominava a margem direita do Peroaçu (mais tarde Paraguaçu), no trecho em que este recebe as águas do Guaí. Os índios chamavam o lugar de “Marag-gyp” – rio dos mosquitos – em razão do local ser cercado por extensos manguezais, habitat desses insetos, especialmente nas mudanças de maré.

 
 
 

Menu Destinos l Voltar página anterior l Imprimir l

 
 
 
Pesquisa personalizada
SHOPPINGVISITEABAHIA
Documento sem título
Google

Copyright 2004 -VisiteaBahia.com.br

Todos os direitos reservados à visiteabahia.com.br * É totalmente proibida a cópia total ou parcial desse site.